E lá vamos nós...

domingo, 30 de setembro de 2012

Biscoito de arroz integral

Hey!
Passei uma semana light e sem muitos problemas. Escolhi a sexta feira pra enfiar o pé na jaca e fui comer sushi em comemoração ao aniversario da Titus, minha amigona, e depois fui a um churrasco e tinha cevaaaaa! \o/
Mesmo assim a minha semana controlada me fez chegar aos 84, tô felizona!

Hoje fui ao mercado comprar algumas coisinhas pra me ajudar na RA e lembrei de um produto que foi uma mão na roda da ultima vez: o biscoito de arroz integral multicereais.



Na tabela que eu copiei não fala, mas a porção que está indicada corresponde a 6 biscoitos e eles são bem grandinhos, o diâmetro é bem maior que o de um biscoito recheado. Tem consistência daquelas barrinhas açucaradas de arroz ou daquelas pipoquinhas doces, mas não são nem doces nem salgadas. Eu, pelo menos, não sinto nem sal nem açúcar nelas... Costumo comer como lanche da tarde com requeijão ou geléia light, dependendo do sabor que eu estiver desejando no momento. O bom é que 3 já me deixam bem satisfeita, e é uma fonte de carboidratos dos bons porque é integral. Super recomendo! Só cuidado com o que vão passar nelas pra não transforma-las numa bomba calórica, gorgonzola ou nutella eu não recomendo, hahahahha! Ah, vocês podem encontrar esse produto no supermercado na parte dos dietéticos e ele vem também numa versão maior com biscoitos bem grandes.

Alguém já provou? Vai provar? Que tal?
Muack!
Nalu :D

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Retomando...

Vamos combinar, dieta é um saco!!! E quando tu não tem incentivo é pior ainda!

Ok, não posso reclamar muito porque em casa o apoio é absoluto, mamãe me ajuda com o que eu inventar. O problema é que na rua não é bem assim né... Sempre tem bolacha (ou biscoito prazamiga lá de cima que estão lendo aqui) no trabalho e amigos querendo sair da aula e do trabalho pra tomar aquela ceva beeeeem gelada e comer uma coisa bem gordurenta e lotada de carboidratos. E a Naluzete aqui, como uma boa arrozete de festa, ainda não aprendeu a dizer não aos eventos sociais e muito menos, o mais difícil, a ir aos eventos e controlar a viking cervejeira que jaz dentro de mim!

Enfim, peguei nojo da dieta da sopa! Não sei de onde tiraram aqueles 8kg que dizem que emagrece!!! Na segunda vez que fiz não tinha perdido nem 2kg no 4º dia. Ok, ok, eu sei que isso é o mais saudável, que perder gordura é mais demorado, que perder muito mais do que isso é perder água e massa muscular, mas se for pra diminuir mais lentamente prefiro fazer uma RA mais bonitinha, menos restritiva, e, principalmente, mais balanceada, né?!

Fui na nutricionista que o meu endocrino indicou, mas foi a PIOR EXPERIÊNCIA COM PROFISSIONAL DE SAÚDE DA MINHA VIDA! A mulher tinha um discurso culpabilizador e moralista. Colocou toda a culpa da minha obesidade em mim, insinuou que eu sou obesa porque quero, que eu já deveria ter me dado conta há um bom tempo de que estava muito pesada, que eu era alcolista e que a minha psicóloga não estava lidando comigo de forma adequada e que eu deveria me envergonhar disso: "Tu não tem vergonha de chegar em casa cheirando a bebida? O que a tua mãe pensa disso?". Além disso ela ignorou totalmente o fator social, toda essa pressão que faz a gente ter vontade de ser magra só pra ser aceita. O conceito de saúde dela era resultado de exames clínicos dentro dos padrões estabelecidos e ela disse que eu tinha que emagrecer pra TER SAÚDE, ou seja, esses índices. Ela nem se prestou a medir, mal sabe ela que meus exames estão perfeitos, logo sou totalmente saudável dentro dos padrões dela, e dentro do MEU CONCEITO de saúde (porque pra nós sanitaristas saúde é algo muito subjetivo) preciso emagrecer pra que minha saúde mental fique ok... Ah, e não vou nem falar na dieta da folhinha que ela queria me passar! Dieta pronta eu pego na internet ou compro na revista, se eu to indo na nutricionista eu to procurando uma dieta personalizada e adaptada ao meu estilo de vida, nada de folhinha padronizada! Enfim, depois de um barraco básico abandonei o consultório da mulher, simples assim!!!

Domingo dia 23 de setembro foi um fim de ciclo pra mim, era o dia que eu ia casar com o meu ex noivo. Não casamos e foi uma das decisões mais acertadas que tomamos na vida, hahha... Tudo bem que já faz 4 anos que terminamos, mas foi fim de ciclo da mesma forma. Como o meu estado de bola está todo ligado a essa antiga relação, decidi que passada a data do casamento eu iria mudar pra sempre e agora é pra sempre!!! :)

domingo, 26 de agosto de 2012

Medicalizando a obesidade...

Como eu havia dito no post inicial, na posição de profissional de Saúde Coletiva, não me sinto muito confortável medicalizando a minha obesidade. No lugar onde eu me encontro, questionamos de forma bastante incisiva essa necessidade que foi, de certa forma, criada pelo modelo dominante de se ter todas as soluções encontradas em pílulas, comprimidos e cápsulas. Acontece que eu sempre fui ansiosa, mas minha ansiedade chegou num ponto que eu passei a ter sintomas de ansiedade, e esses sintomas foram piorando e piorando e eu não era mais só uma guria ansiosa, passei a ter ataques de pânico, e daí eu passei a precisar das soluções que a indústria farmacêutica tinha pra me oferecer, porque eu não tinha mais condições de ter uma vida minimamente normal. Com a medicação pra ansiedade (Citalopram 40mg) veio a fuga pra comida, a terapia não acompanhou o ritmo da medicação e eu ganhei peso. Arrastando a auto estima nos cadarços do meu all star, fui procurar o endocrino e ele veio com a outra boleta, maldição, mais uma!!!!

Vou explicar essa parte porque sei que é do interesse de muita gente. Não existe medicamento sintético produzido especialmente para que as pessoas emagreçam, esqueçam!!! Os que conhecemos são medicamentos que foram produzidos para outros fins, mas que entre seus efeitos adversos a perda de peso foi constatada por n motivos. É justamente por isso que é extremamente perigoso comprar remédio pra emagrecer no mercado negro sem prescrição médica!!! Sabe-se lá que outras partes da nossa fisiologia vão estar sendo comprometidas pela tal boleta de ação desconhecida?!?!?! 
O meu endocrino descartou Sibutramina logo de cara porque ela deixa a pessoa mais agitada e eu, como estou em tratamento pra ansiedade, não quero isso, né?!
Aí ele sugeriu o Topiramato, uma droga que foi desenvolvida na década de 80 pro tratamento da epilepsia e das enxaquecas, mas que hoje em dia é mais usado mesmo pra emagrecer, porque ele atua inibindo os impulsos. Esse é pra quem come por impulso, ele acaba tirando a fome. Só que antes de me receitar ele pediu uma bateria de exames de sangue e de urina e mandou uma carta pra minha psiquiatra perguntando se ela autorizava que eu fizesse o tratamento com o Topiramato junto com o Citalopram. Depois disso que ele foi liberando, e mesmo assim aos poucos... A dose que emagrece está entre 100 e 200mg, comecei com 25mg por 15 dias e depois aumentei pra 50mg. Voltei pra consulta e aumentei pra 75mg e depois pra 100mg. Só quando eu cheguei aos 150mg, ou seja, no 3º mês de tratamento, que eu comecei a parar de sentir fome! Antes disso eu só sentia os efeitos colaterais, tinha dificuldade de articular frases, tanto na fala quanto na escrita, tinha bastante sono e meus pés formigavam bastante. Agora os efeitos colaterais passaram e eu sinto os benefícios! Eu não sinto quase fome, mas também não sinto repulsa, então posso regrar minha alimentação. E outra coisa que o medicamento fez que eu achei muito bom, ele controlou minhas variações de humor, coisa que nem a minha psiquiatra previa, estou beeeem mais tranquila agora. Meus pés continuam formigando, mas eu acho até engraçado e eu acho que recuperei bem minha capacidade cognitiva, até passei na seleção do mestrado nesse meio tempo... hehehe...

Ah, ta aí o meu Amado Amato:
Beijocas e nada de comprar remédio sem passar no médico! >.<





Dieta da Sopa - Dia 1

Sabem a dieta da sopa? Aquela que a pessoa passa a semana inteira a base de uma sopa horrorosa e com um cardápio mega restritivo que varia ao longo dos dias? Pois bem, sou super fã dela...
Fiz há umas duas ou três semanas e perdi 4kg e hoje recomecei... Quer dizer, recomecei entre aspas, porque ontem (sábado) o tempo estava horroroso e eu deixei pra sair hoje pela manhã pra comprar as coisas pra sopa e as frutas pro dia. Como continuou chovendo eu almocei uma maça e uma laranja, já que o cardápio do dia 1 é composto de frutas e deixei pra ir ao mercado à tarde, mas parece que São Pedro não estava muito de acordo com a minha dieta e a chuva continuou. Resumindo: fiz o primeiro dia da dieta da sopa sem a sopa, comi uma banana que é uma fruta proibida e jantei uma cumbuquinha de couve, que teoricamente não pode, mas convenhamos, não fiz nada de muito grave, né?!
Olhem o meu almoço, que delícia! Hahahahah! Pior que tava uma delícia mesmo!

1 maçã (85 kcal) + 1 laranja (95 Kcal) = 180 kcal de almoço!!! 

Uma coisa que eu comi e que não fala na descrição da dieta, mas que meu endocrino liberou e que se for analisar a lógica dessa dieta não tem porque não usar foi gelatina zero açúcar. A de hoje foi a de amora da Lowçucar que tem 22 kcal por 100g, ou seja, quase nada. Além disso, tem zero carboidrato!!! Ta aí a carinha dela, super recomendo!
Delicinha de gelatina

Contra a ansiedade da noite tentei fazer as unhas, mas não deu muito certo. Tentei fazer uma francesinha colorida com um rosa na base e o vermelho na ponta, mas o rosa estava muito grosso e demorou pra secar, aí estragou todinho quando fui fazer a francesinha... Blé pra mim!
Amanhã é acordar cedo, fazer feira e dar um jeito de fazer as unhas porque as aulas recomeçam e não posso aparecer se não estiver devidamente esmaltada...
Beijocas!

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Para eu mesma me inspirar...

Minha última tentativa de dieta que me levou aos 72kg me deixou super bem comigo mesma! Tanto que a minha vida amorosa começou a fluir a partir dali. Tudo bem que foi uma mega frustração nela que me levou a engordar tudo de novo, mas acontece...
Vou colocar algumas fotos daquela época pra eu me animar... Época nada distante, todas do ano passado (2011)...

Eu quero tudo isso e mais um poucooooo!!! Porque aí eu ainda estava usando 46 quase passando pra 44, meu objetivo é 40!!!
beijocas!!!

Começando os trabalhos

Não sei se alguém vai ler isso daqui, mas como eu gosto de escrever e de me expôr, vamos lá...
Como o nome do blog já diz, sou a Nalu, meu nome é Ana Lucilia, mas todo mundo me chama de Nalu mesmo, então não se apeguem às formalidades, né?! Tenho 26 anos, em outubro faço 27 e, como boa parte dos prováveis leitores disso daqui, estou travando uma guerra contra a balança e contra os meus impulsos!
Sempre fui cheinha, era uma criança mega agitada, certamente levaria uma receita de ritalina pra casa nos dias de hoje, por mais que minha agitação nunca tivesse me atrapalhado nos estudos, mas mesmo assim era um balãozinho. Dei uma espichadinha na adolescência e era um palito de 50kg e 1,56m aos 15 anos, quer dizer, hoje olhando as fotos me vejo como um palito, mas naquela época me achava gorda, acho que porque a barriga sempre me acompanhou... maldita genética!!!! Aí aos 16 comecei a namorar e também a engordar e aos 23 quando terminei era uma bolinha de 80kg... Não saí da casa dos 80, quando chego aos 89 me desespero e emagreço, mas não muito...
No final de 2010 bateu uma sessão desespero numa das vezes que o ponteiro chegou aos 89 e mudei drasticamente minha alimentação: substituí arroz e pão brancos por integrais, cortei refrigerante e chocolate, enfiei salada no meu dia a dia (o que devo admitir que foi um sacrifício) e inseri as mini porções de coisas saudáveis a cada duas ou três horas. No início ainda consegui fazer 30min no simulador de caminhada, mas minha motivação não durou 1 mês. Foi o máximo de dieta que eu consegui fazer na vida! De dezembro a março fui dos 85 aos 72kg e mantive entre 72 e 75 até dezembro do outro ano... Aí um "ex mai love" me deixou triste e engordei tudo de novo, hahahha, ninguém merece!
Agora resolvi me mexer de novo e estou criando o blog pra acompanhar! O post de hoje é só pra dar um ponto de partida, as particularidades do meu plano atual eu conto nas outras postagens. Dessa vez estou bem acompanhada, tenho psiquiatra, psicóloga, endocrinologista e em breve a nutricionista vai entrar no time. Como profissional de Saúde Coletiva não me sinto muito bem medicalizando minha obesidade, mas também tenho que entender que em alguns momentos é necessário, não são todos os casos que só a conversa resolve, pelo menos me sinto um pouco mais segura sabendo que eles estão trabalhando em equipe e estão dialogando e não apenas emitindo receitas isoladamente.
Por fim vou postar uma fotinho horrorosa de hoje. Horrorosa mesmo pra eu tomar vergonha na cara e mudar logo minha situação! Essa cara de acabada foi porque eu tinha acabado de sair do simulador, só 25 minutos porque ainda estou recomeçando. Pelo menos o top é do melhor do mundo, hahaha! 



Ah, essa sou eu mais ou menos com 85kg... Não me pesei hoje mas era com isso que eu estava ontem. Amanhã me peso e posto aqui, ok?!
Beijocas! =)